quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

CÉLIA MARIA


Aqui somos milhões de uns?
As cem pessoas que assistiram ao show de Célia Maria (19), no teatro Artur Azevedo, saíram maravilhadas pelo calor e limpeza da voz da nossa dama da canção.
Ouviu-se de tudo: samba-canção, samba, bossa nova e até balança pema, de Jorge Bem Jor, que, reconstruída na batida do reggae, ficou linda. Tudo para nos enternecer a alma. E, claro, teve lugar ainda lindas canções de César Teixeira e Joãozinho Ribeiro, a participação especial de Antônio Vieira e Léo Capiba. Aliás, quanta expressividade guarda esse moço que encanta na voz e no pandeiro. É uma beleza vê-lo no palco.
A mim, em especial, causou grande emoção a interpretação da cantora para a música Milhões de Uns. É impressionante o que Joãozinho conseguiu fazer nessa composição, cuja beleza poética é até mais forte que a denúncia social que a letra revela. Nela tudo é perfeito.
Mas havia algo de errado no show. Como pôde tanta beleza musical numa noite ter um público tão diminuto? O problema, com certeza, não está em Célia Maria, que distribui talento ao abrir a boca, mas no trabalho da produção do espetáculo. Entre outros afazeres, seu trabalho tem que ser o de divulgar, divulgar e divulgar em todas as mídias imagináveis para que mais pessoas conheçam essa verdadeira jóia. A oportunidade foi perdida.
Um outro senão do show deve ser observado. Acompanhada por bons músicos, no entanto, ficou a impressão de falta de ensaio e improviso ao espetáculo. Isso porque Celson Mendes inúmeras vezes controlou a entrada dos demais músicos com acenos das mãos. A direção musical, que acertou no repertório do show, ficou-nos devendo esse detalhe. A nós e à maravilhosa Célia Maria que merece mais.

Mais Marias: Ao final do show, perguntei ao secretário de cultura, Joãozinho Ribeiro, quando traria todas as nossas Marias à São Luís, referindo-me a sensacional jazzista maranhense, Tânia Maria que jamais se apresentou por aqui. Famosa no meio jazzístico mundial é desconhecida totalmente no meio musical maranhense. Respondeu-me que Tânia Maria virá pelas comerações do Ano da França no Brasil, em 2009. Estou de dedos cruzados aguandando a data.

5 comentários:

Fafá disse...

Cada dia dá mais orgulho esse blog.
De fato Célia Maria, é sem dúvida uma Diva e merece todo nosso reconhecimento.
Bj

ricarte disse...

querido Celijon,
essa leitora acima é suspeitíssima viu? é apaixonada pelo blogueiro!
mas ela tem razão no que diz. seus comentários inteligentes, pertinente e embazados.
bom, não fui ao show por motivo de trabalho. o que lamento profundamente até hoje, afinal Célia Maria é, pra usar uma expressão do meio musical um "monstro sagrado" da mpb ainda "invisível". esse é o nosso brasil.
grande abraço a vc a fafá.
desejo toda luz e muita música pra vocês como alimento para o espírito. e sobrar, um pouquinho pra mim também. né?
grande beijo

zema ribeiro disse...

célia maria merecia teatro cheio. o show foi lindo, apesar de alguns vacilos. abraço!

Celijon Ramos disse...

obrigado ao Ricarte e ao Zema pela visita e pelos cometários carinhosos.

Dona Reis disse...

Infelizmente, dentro do cenário Maranhense, ainda nos deparamos com esse tipo de coisa. Não só Célia, mas muitos outros grandes nomes nossos não têm o espaço que merecem. E aí, cabe a nós ajudarmos a mudar um pouco este cenário...
Parabéns pelo blog!